Idioma EN
Contraste

Orlando Brito, o fotógrafo combatente

Fotógrafo que atuou por quase seis décadas em Brasília, Orlando Brito registrou a história recente do país com inteligência e combatividade. Morto nesta sexta-feira, 11/3, aos 72 anos, ele é um dos convidados do site de fotojornalismo Testemunha Ocular, que o IMS lançará em abril.


O clique perfeito de Erno Schneider

Autor daquela que é provavelmente a mais icônica das imagens do fotojornalismo brasileiro, a de Jânio Quadros com as pernas enroscadas ao se virar repentinamente para trás, o gaúcho Erno Schneider (à direita na foto), morto na segunda-feira 7/3 aos 86 anos, é um dos fotógrafos convidados do site Testemunha Ocular, que será lançado pelo IMS em abril.


Do fotojornalismo ao arquivo: mulheres fotógrafas na América Latina

A partir da prática fotográfica politicamente engajada de mulheres como Susan Meiselas, Nair Benedicto e Rosa Gauditano, Erika Zerwes conduz este curso que propõe uma reflexão conceitual e histórica sobre cultura visual, cultura política e a ideia de arquivo na fotografia. Via plataforma Zoom. VAGAS ESGOTADAS (novas inscrições dependem de desistências).


José Medeiros, o centenário de um mito

Um dos mais importantes fotógrafos de sua geração, aquela que, a partir dos anos 1940, renovou a linguagem fotográfica na imprensa brasileira, José Medeiros completaria 100 anos em 18/5. Para celebrar a data, o IMS, guardião de seu acervo, disponibiliza um extenso dossiê sobre ele e um link para suas fotos. (Nani Rubin)


Livro recupera trajetória de Luciano Carneiro, fotógrafo do mundo

Fotógrafo de O Cruzeiro nos anos 1950, morto aos 33 anos em acidente aéreo, Luciano Carneiro tem sua trajetória breve mas intensa revista em livro. A atividade como correspondente internacional e o olhar atento para os problemas do Brasil fizeram dele uma figura singular na profissão. (Nani Rubin)


Evandro Teixeira

É difícil desassociar o nome de Evandro Teixeira de qualquer evento no país na segunda metade do século XX.  Em quase 70 anos de atividade, o baiano nascido em 1935 registrou o golpe militar de 1964, eternizou em imagens icônicas Pelé e Ayrton Senna, documentou fome e pobreza, mas também carnaval e festas populares. Um conjunto monumental, desde 2019 sob a guarda do IMS.


Evandro Teixeira – Cronologia

Na redação do Jornal do Brasil, Evandro Teixeira era conhecido como “o cara que resolvia”. Foi assim, ao fotografar sua cidade e seu país, que acabou por se projetar para o mundo. Integrou uma exposição da Leica, em Nova York, ao lado de nomes como Cartier-Bresson e Robert Capa. Seu nome consta na exclusiva Enciclopédia Suíça de Fotografia. Conquistou admiração e reconhecimento, e até o louvor de Carlos Drummond de Andrade, que no poema Diante das fotos de Evandro Teixeira, vaticinou: “Fotografia: arma de amor, de justiça e conhecimento”.


O jovem Zico e o velho Maraca

Cássio Loredano resgata nos arquivos dos Diários Associados/RJ sob a guarda do IMS duas imagens de um jovem Zico aos 18 anos, em 1971, enfrentando o zagueiro Moisés, do Vasco da Gama, no antigo Maracanã.


Susan Meiselas: Mediações (IMS Paulista)

Cobrindo da década de 1970 até os dias de hoje, a exposição traz um panorama do trabalho da fotógrafa norte-americana, integrante da agência Magnum. Sua obra, pautada pela empatia e a troca com o outro, colaborou imensamente para a expansão dos limites do fotojornalismo.


Luciano Carneiro

Luciano Carneiro era um repórter nato. Além de registar momentos marcantes da história do século XX, documentou a vida cotidiana no Japão e na União Soviética, acompanhou movimentos sociais e estudantis no Brasil, e lançou seu olhar sobre fatos que não cabiam em grandes reportagens. Na seção “Do arquivo de um correspondente estrangeiro”, na Cruzeiro, em que produzia fotos e textos, entrevistou Cartier-Bresson, falou das estrelas de Cannes, contou da experiência como único representante da imprensa brasileira na coroação de Elizabeth II.